Revisão

Marianne Rocha Nutricionista

Bolacha de Maizena Engorda? | É verdade?| Veja!

Ela é a queridinha de muita gente, afinal de contas quase todo mundo tem um pacote na despensa. No entanto, será que bolacha de maizena engorda?

Hoje vamos analisar o alimento e entender quando poderá ou não contribuir no ganho de peso. Esse e outros tópicos serão destaque neste artigo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Introdução.

Atualmente observa-se um aumento exponencial da preocupação frente ao que devemos ou não consumir. As razões deste cuidado com os alimentos são variadas. Dentre elas, podemos registrar.

  • A busca por uma vida mais saudável.
  • Dietas que visam emagrecer.
  • Manutenção do peso ideal.
  • Combinação entre fatores de saúde e estéticos.

Entretanto, seja qual for o motivo, é importante conhecer os alimentos que ingerimos. Pois, em meio a essa preocupação, muitos optam por deixar de ingerir alimentos considerados extremamente calóricos.

Ao passo que existe a necessidade de substitui-los pelos de menores calorias, mas que satisfaçam a fome.

E é neste ponto que por vezes, acaba-se por sabotar a dieta mesmo que não haja intenção.

Isso porque é possível que certos alimentos sejam substituídos por outros que pareçam menos calóricos, quando na verdade não são.

Embora muitos sejam considerados amigos da dieta, quando se pesquisa a respeito, de fato estão atrapalhando o processo.

Sendo assim, considere a possibilidade de consultar um profissional de nutrição. Se não possível, é importante pesquisar a respeito do que está sendo ingerido.

Bolacha de Maizena, composição e calorias

Não é difícil encontrarmos quem faça da bolacha de maizena seu aliado na perda de peso. Entretanto, é importante estar atento à tabela nutricional contido na embalagem.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Embora pareça ser muito útil durante o processo de emagrecimento, a bolacha de maizena pode tornar-se o vilão, principalmente quando consumida em excesso.

O consumo normalmente ocorre, porque muitos acreditam que o alimento trabalha em prol de oferecer saciedade. Outros a escolhem devido parecer uma opção mais saudável para lanches intermediários.

Embora pareça um alimento leve, não se deve deixar de notar que o biscoito de maizena é um produto industrializado, composto, por farinha de trigo refinada, gorduras, bicarbonato de sódio, amido, açúcar invertido, conservantes e várias outras substâncias.

Além dos ingredientes mencionados, a bolacha de maizena tem baixo teor de fibras, para confirmar isso, basta checar as informações na tabela nutricional do produto.

De acordo com The American Heart Association, é sugerido o consumo de 25 a 60 gramas de fibras por dia.

Uma dieta rica em fibras está associado ao aumento da saciedade, melhora da função intestinal, além de reduzir os riscos de doenças do coração, diabetes e câncer do colorretal.

Na questão calorias, a bolacha de maizena está longe de ocupar o topo na lista de alimentos com baixo teor calórico.

É o que demonstra as informações nutricionais nas embalagens das principais marcas de biscoitos no mercado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Embora o número de calorias mude de acordo com cada fabricante, em 30 gramas do biscoito de maizena, o equivalente a 7 unidades, temos entre 117 a 136 calorias.

Para efeito de comparação, uma coca-cola de 250 ml carrega 106 calorias, segundo a tabela nutricional do produto, ou seja, em 250 ml da bebida possuem menos calorias que 7 unidades de biscoito de maizena, (surpreendente!)

Se compararmos o biscoito com 100 gramas de maçã Argentina, que tem 63 calorias, de acordo com a Tabela Brasileira de Composicão de Alimentos, a fruta ainda seria uma escolha menos calórica.

Esta comparação demonstra que muitos alimentos escondem mais calorias do que imaginamos, por isso vale a pena estar sempre atento.

No entanto, o que a maioria das pessoas questionam é se este alimento pode ou não contribuir no ganho, e esse assunto é o que vamos abordar em seguida.

Afinal, será que Bolacha de maizena engorda?

Não dá para culpar exclusivamente um alimento pelo ganho de peso, de fato, tudo vai depender das quantidades de cada um na dieta.

Um estilo de vida sedentário e a falta de moderação, seja com qualquer alimento, poderá contribuir no ganho de peso corporal.

A bolacha de maizena é fonte de carboidrato, um macronutriente essencial, que quando consumido de forma equilibrada não engorda e ainda é fonte de energia para o corpo.

Para diabéticos, o biscoito pode ser bastante restrito na dieta, portanto, para este público é fundamental ter auxílio de um médico e nutricionista.

O equilíbrio nas quantidades dos pães, biscoitos, bolos e outras fontes de carboidratos, ainda é a regra a se seguir, é possível incluir no cardápio sem culpa, desde que considere o tamanho das porções.

Confira: Alimentos e outros fatores ligados ao ganho de peso

Quando se pensa em fazer uma dieta equilibrada, visando a perda de peso, muitas vezes deixam-se de lado outros fatores que influenciam essa situação.

Não é difícil encontrar algum sujeito que diz comer de forma equilibrada – ou mesmo evitar comer – na intenção de perder peso, sem obter resultados.

Isso ocorre em consequência de que a perda de peso não é atrelada unicamente ao consumo de certos alimentos. O processo de emagrecer, assim como o ganho de peso, envolve diversos fatores, tais como:

Confira

  • O consumo de alimentos ricos em gorduras, como fast-foods e industrializados;
  • O consumo regular de açúcares, como em refrigerantes;
  • Demasiadas bebidas alcoólicas;
  • Fatores genéticos e hormonais;
  • Prática de atividades físicas.

Compreende-se, portanto, que embora seja importante conhecer o que se está consumindo, é importante também se atentar a outros pontos.

A ingestão sozinha de determinado alimento não resultará em ganho de peso, caso ele apresente componentes positivos para a saúde.

Porém, a ingestão demasiada de alimentos ricos em calorias, aliado à um estilo de vida sedentário certamente não é uma boa combinação.

Ainda, é importante atentar-se aos fatores genéticos e hormonais, os quais podem influenciar diretamente no ganho de peso dos indivíduos.

Uma vez que todos estes fatores sejam descartados e o foco seja realmente os alimentos, é hora de pesquisar!

Não havendo a possibilidade de conversar com um nutricionista, deve-se pesquisar sobre o alimento, sempre em fontes confiáveis!

Do mesmo modo existe a necessidade conhecer as propriedades do que se come, (no caso aqui a bolacha de maizena)

Compreender a importância e o que cada nutriente tem como função no corpo é essencial para uma dieta balanceada.

Mais do que simplesmente retirar alimentos, emagrecer envolve questões de saúde e deve ser feito com cautela.

ARTIGOS RELACIONADOS!

Resumo

Quando ciente que o aumento do peso não está atrelado a um alimento e sim a diversos fatores. É necessário considerar todos eles. Sem dúvida escolher alimentos nutritivos e o equilíbrio na dieta é a chave para uma vida saudável e uma boa forma.

Revisão Geral Dra. Marianne Rocha

Fontes e valores em calorias

  • https://www.ucsfhealth.org/
  • https://www.cfn.org.br/wp-content/uploads/2017/03/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf
  • https://www.marilan.com/home/doces/doces-maizena-400g.html
  • https://www.bauducco.com.br/produtos/biscoito-maizena-170g/
  • https://aymore.com.br