Chupar Bala Engorda? | Atrapalha a dieta? Veja!

Será que chupar bala engorda mesmo? Sacrifícios devem ser feitos quando você está tentando emagrecer, a maioria das dietas recomendam pouco ou nenhum doce.

Controlar os desejos por balas e outras guloseimas se torna quase um dilema na dieta de várias pessoas.

De fato, não é difícil encontrar perguntas do tipo, quantas calorias tem uma bala? E será que pode ou não estragar a minha dieta?

Bem, para dar fim a essas e outras dúvidas, nosso site foi atrás de diversas informações relacionadas ao consumo de doces e o ganho de peso.

Por que gostamos tanto de balas e outras guloseimas?

Não é de hoje que o açúcar é tido como vilão da dieta, e cada vez mais estudos mostram o porquê de tantas pessoas terem compulsão por guloseimas.

O hábito de comer muito doce pode se tornar um verdadeiro vício, já que o açúcar é capaz de elevar a atividade de dopamina nos centros de recompensa do cérebro, assim como a cocaína.

É o que mostrou um estudo publicado no ano de 2008, pela Revista Neuroscience e Biobehavioural Reviews. (1)

De acordo com o estudo, o açúcar aumenta os níveis de dopamina no sistema de recompensa do cérebro, em uma área chamada núcleo Accumbens.

Saiba que estas são as mesmas áreas estimuladas por drogas como a nicotina e a cocaína.

Desta forma, o açúcar tem uma movimentação bioquímica extremamente poderosa, que fará você desejar consumir cada vez mais doces.

Quanto mais açucarado for o alimento, mais dopamina libera, pode ser por isso que os doces são mais viciantes que os vegetais ou frutas, por exemplo.

Será que bala engorda mesmo?

Os ingredientes mais encontrados nas balas são, açúcar, xarope de milho/glicose, gordura vegetal hidrogenada e vários aditivos químicos. Ingerir em excesso quaisquer dessas substâncias não é saudável e ainda pode resultar em ganho de peso.

Os xaropes que são utilizados na fabricação das balas são compostos basicamente por dois açúcares, sendo a glicose e a frutose, os quais são relativamente parecidos.

A glicose é fundamental para nossa existência, pois as células a utilizam para gerar energia ao corpo e para o funcionamento adequado do nosso cérebro.

Entretanto, esses açúcares em excesso no organismo se convertem em gorduras, o que mais tarde poderão ser estocadas no corpo.

Além de aumentar o risco do ganho de peso, a alta ingestão de guloseimas pode causar problemas como o aumento nos níveis do chamado colesterol ruim (LDL), e diabetes mellitus tipo 2.

Portanto, para o controle do peso, o ideal é que o consumo de balas e outras guloseimas seja moderado e eventual, sendo que este cuidado deve ser maior na dieta de diabéticos ou pessoas com doença cardíaca.

Quanto de açúcar posso ingerir por dia?

A OMS, Organização Mundial da Saúde, recomenda que o consumo de açúcar seja no máximo 25 gramas por dia, cerca de 6 colheres de chá. (2)

Este valor se aplica aos chamados açúcares livres, que normalmente estão escondidos nos alimentos processados como no ketchup, balas e refrigerantes.

Segundo a OMS, há evidências científicas que a redução desses açúcares para os valores recomendados ajuda a diminuir o risco de sobrepeso e cárie dentária.

Por isso é importante saber a quantidade de açúcar que cada alimento carrega, como no caso dos refrigerantes.

Em uma lata de 350ml de refrigerante do tipo cola, chega a ter 37 gramas de açúcar, bem mais que o recomendado para o dia todo.

No caso das balas, o teor de açúcares e calorias muda de acordo com os ingredientes, portanto confira os valores na tabela abaixo.

Balaunidadesaçúcarescalorias
Chita, sabor abacaxi419 g82 kcal
Hortelã Kid’s “Arcor”419 g76 kcal
Pastilha TIC TAC Sabor Menta1 pastilha0,48g1,91 kcal
Sabor iogurte morango; “Dori18 g77 kcal
Chocolate Toffee “Arcor”13 g92 kcal 
7 Belo no sabor iogurte, “Arcor”414 g79 kcal
Caramelo, Sabor Baunilha, “Embaré316g78 kcal 
Bala de coco, Guimarães320g80kcal
Freegells, sabor morango19 g78 kcal
Halls cereja Adams519g77 Kcal 

Valores nutricionais obtidos dos fabricantes

As balas não precisam ser totalmente riscadas da dieta, se uma pessoa degusta 1 ou 2 balas por dia, o número de calorias ingeridas é relativamente pequeno.

No entanto, há pessoas que consomem de maneira demasiada guloseimas o dia todo. Isso pode promover não apenas o ganho de peso, mas má nutrição e cáries dentárias.

Ressaltando que tal hábito ainda pode aumentar os níveis de açúcar no sangue rapidamente, podendo causar ou piorar condições de saúde como o diabetes, quando feito cronicamente.

Se você é diabético, deve saber que níveis elevados de glicose no sangue podem levar a sérias complicações.

Por isso, converse com seu médico e nutricionista antes de incluir qualquer doce em sua dieta.

Chupar bala ou ingerir qualquer doce em demasiado pode sim engordar, por isso, as quantidades desses alimentos devem ser moderadas.

No entanto, com uma dieta equilibrada, diversificada e nutritiva, acompanhada de exercícios físicos, o consumo esporádico e ponderado de doces certamente não vai afetar o seu peso.

Portanto, busque auxílio de um nutricionista e crie um plano alimentar que se encaixe com você, assim terá suporte sobre porções, nutrientes e aporte calórico adequado.

Balas e nutrientes

Em geral, as balas contêm poucos nutrientes, o que significa que você está apenas satisfazendo seu desejo por doces, exceto balas com adições de vitaminas ou fibras, por exemplo.

O que o consumidor precisa saber, é que a bala está suprindo apenas a necessidade de açúcar que poderia ser suprida por alimentos com melhor teor nutricional.

Portanto, o consumo de balas deve ser feito sem exageros e associado a alimentos saudáveis como frutas e vegetais.

ARTIGOS RELACIONADOS

Por fim, bala light ou a tradicional?

Aderir à versão light do produto é uma excelente opção para chupar balas sem engordar, pois contém pouquíssimas calorias e açúcares. Além disso, irá umedecer sua boca e garganta, o que pode reduzir a sensação de fome.

Portanto, da próxima vez que desejar consumir doces, tente dar preferência às opções light, pois podem controlar seus impulsos de comer algo doce e muito calórico.


Revisão Marianne Rocha Nutricionista

Mestra em Ciências – FSP/USP Pós-graduanda em Nutrição Esportiva – CEFIT

Referências;

  • Neuroscience e Biobehavioural Reviews,
  • https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2235907/
  • The sweet danger of sugar
  • https://www.health.harvard.edu/heart-health/the-sweet-danger-of-sugar
  • Guideline on sugars intake for adult and children
  • https://www.who.int/news/item/04-03-2015-who-calls-on-countries-to-reduce-sugars-intake-among-adults-and-children

Artigos Relacionados