Faz mal comer ovo à noite? | Descubra.

Quem não gosta de ovos, não é mesmo? Seja cozido, frito ou omelete, ele é saboroso e fonte rica de vários nutrientes importantes.

Porém, muita gente tem dúvida se comer ovo a noite faz mal à saúde. A seguir, vamos saber a verdade por trás desse assunto.

Durante a noite, o ideal é evitar refeições gordurosas próximo à hora de dormir, pois tendem a ser de difícil digestão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A fritura do ovo torna o alimento mais indigesto, o faz dessa preparação não a ideal perto a hora de ir para cama.

Por isso, o melhor para não atrapalhar o sono é aguardar de 2 a 3 horas depois para ir dormir.

Em geral, nosso corpo digere melhor refeições preparadas com pouca ou nenhuma gordura, além que pratos cozidos têm menos calorias.

Segundo a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos, 100 gramas de ovo cozido contém 145 calorias, quando o frito 240!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pode comer ovo à noite? Faz mal?

Algumas pesquisas indicam que comer certos alimentos ricos em proteínas como ovo pode ajudar a melhorar a qualidade do sono. Isso significa que pode contribuir para você dormir melhor durante a noite.

Uma pesquisa apontou que o aminoácido L-ornitina, encontrado em alimentos ricos em proteínas como peixes, ovos e queijo, pode aliviar o estresse e melhorar a qualidade do sono. (1)

Outro destaque do ovo, e por ser rico em triptofano, que favorece a produção de serotonina, um dos hormônios responsáveis por uma boa noite de sono.

Além disso, os ovos possuem melatonina, essa substância é como uma vitamina que ajuda a gente a dormir melhor. Portanto, comer ovos pode nos ajudar a ter um sono melhor!

Um estudo publicado no periódico Nutrients, descobriu que os ovos têm mais melatonina do que a carne e outros alimentos de origem animal.

Contudo, algumas pessoas podem sofrer de intolerância à proteína, onde o corpo não consegue processar adequadamente algumas partes das proteínas chamadas aminoácidos, como lisina, arginina e ornitina.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Esses aminoácidos estão presentes em muitos alimentos ricos em proteínas, por exemplo, o ovo, leite e a carne.

Quando uma pessoa com essa intolerância consome esses alimentos, pode sentir náuseas e vomitar, pois o corpo não consegue absorver essas substâncias corretamente.

Nestes casos não é recomendado consumir ovos e demais alimentos de origem animal, sobretudo, à noite, onde o corpo precisa descansar.

Em conclusão, ao analisar a tolerância individual, o ovo cozido, sem adição de gordura, não deverá gerar complicações.

Por outro lado, quem tem problemas de intolerância ou alergia precisa evitar o alimento em qualquer período.

Vale lembrar que esse cuidado deve ser maior na dieta de pessoas que sofrem de gastrite, refluxo e outras doenças do estômago.

Portanto, os ovos são uma excelente opção noturna, ricos em nutrientes para favorecer um sono tranquilo.

Contudo, prefira preparações leves, como ovos cozidos ou omeletes sem óleo. Evite frituras antes de dormir para garantir uma boa noite de descanso!

No final neste artigo, vamos trazer uma deliciosa receita de omelete sem óleo.

Quais outros benefícios do ovo?

Faz mal comer ovo à noite? |  Descubra.
Credito: Freepik 

O tema deste artigo foi se comer ovo a noite faz mal, mas que tal conhecermos os benefícios do consumo deste alimento?

O ovo é visto como o segundo alimento mais rico que temos à nossa disposição. Já que é fonte de diversos nutrientes.

O alimento é rico em vitaminas do complexo B que desempenham um importante papel em nosso cérebro.

Outro destaque, é seu teor em triptofano, que favorece a produção de serotonina, um dos hormônios da felicidade.

E não para por aí, o ovo está entre as melhores fontes de proteínas que podemos encontrar.

Este tesouro nutricional carrega todos os aminoácidos essenciais que nosso corpo precisa, deixando nossa pele e cabelos mais bonitos.

Além de tudo, as proteínas no alimento auxiliam no controle da fome, já que elas promovem maior saciedade.

O ovo possui baixo teor de carboidratos, sendo ideal para quem precisa reduzir este nutriente na dieta.

Alimentos para evitar durante a noite

Garantir uma noite de descanso é essencial para nossa saúde. A cafeína é uma substância estimulante que pode prejudicar muito a qualidade do seu sono.

Por isso, o melhor é evitar alimentos ricos em cafeína, como café e chá-mate e refrigerante de cola.

Também especialistas recomendam reduzir a ingestão de carboidratos refinados, como pizza, pão branco e guloseimas. 

Do mesmo modo, outros itens devem ser limitados.

  • Linguiça.
  • Salsicha
  • Mortadela
  • Enlatados
  • Molhos prontos.
  • Pepino
  • Melancia
  • Frituras
  • Refrigerantes

Esses alimentos podem causar flutuações nos níveis de açúcar no sangue e prejudicando a estabilidade do repouso durante a noite.

Alimentos benéficos durante a noite.

Podemos citar o leite, ovo e bananas, visto que possuem triptofano, um precursor da serotonina, que contribui para a produção de melatonina, hormônio essencial para um descanso profundo e reparador.

Alimentos mais leves antes de ir para a cama, por exemplo, uma xícara de leite morno com biscoitos pode ser uma boa opção.

Curiosidades sobre o ovo

Em algumas culturas antigas, o ovo era visto como símbolo de renascimento e fertilidade. Mas também ele era relacionado a rituais matinais.

Portanto, ingeri-lo à noite poderia ser considerado algo ruim. Na idade média, ele era bastante vinculado a superstições.

Se acreditava que o alimento era capaz de atrair forças obscuras se consumido após o pôr do sol.

Embora hoje em dia essas crenças pareçam algo absurdo, elas contribuíram para a formação de tabus alimentares que ainda persistem até hoje.

Conclusão:

A ciência está aí para nos lembrar que a qualidade da dieta é mais importante do que horário em que consumimos os alimentos.

Então, quando não existe restrição alimentar em relação às propriedades do ovo, consumi-lo à noite não fará mal à saúde.

Vale salientar que é sempre bom buscar orientação de um nutricionista antes de incluir ou excluir alimentos em sua dieta.

Em suma, há vários tabus alimentares sobre períodos e alimentos, mas antes de mudar sua rotina, fale com um profissional.

Afinal, a vida é curta demais para deixarmos de consumir nossos alimentos favoritos por conta de velhos mitos.

Receita de omelete sem óleo.

Omelete Leve Sem Óleo

Ingredientes:

  • 3 ovos
  • 1/4 xícara de leite
  • Espinafre, tomate-cereja e queijo branco a gosto
  • Sal e pimenta a gosto
  • Ervas frescas para finalizar

Instruções:

  1. Bata ovos e leite em uma tigela.
  2. Adicione espinafre, tomate e queijo.
  3. Tempere com sal e pimenta.
  4. Despeje em uma frigideira aquecida.
  5. Cozinhe por 5 minutos de cada lado.
  6. Finalize com ervas frescas e sirva.

Uma omelete saudável, fácil e deliciosa!

Redação

Quando falamos em informação, fontes confiáveis passam a ser uma prioridade. Por isso, nossa equipe é altamente qualificada, composta por jornalistas, redatores e nutricionistas especializados em dieta e bem-estar.