Couve Engorda? | Análise e Calorias | Veja!

A couve é uma das hortaliças mais apreciadas pelos brasileiros, essencial para acompanhar pratos como tutu de feijão e a feijoada.

Porém, a principal dúvida de quem está fazendo dieta é se couve engorda ou não. A resposta para a questão você confere a seguir.

A couve, cujo nome científico é Brassica oleracea L, também é conhecida como couve-galega ou manteiga.

O vegetal é fonte das vitaminas A, B6, B9, C, K, além de fibras e minerais como cálcio, ferro, fósforo, folato, magnésio e potássio.

Inclusive, a couve possui mais vitamina C que a laranja, em 100g da hortaliça há 96,7 mg da vitamina, enquanto a fruta 53,2 mg

Por isso, é visto como um alimento nutritivo e rico em antioxidantes, que ajudam no combate ao envelhecimento da pele e na prevenção de várias doenças.

Afinal, couve engorda?

Por si só, a couve não engorda porque possui poucas calorias e é rica em fibras que promovem a sensação de saciedade.

Em 100g da hortaliça há apenas 27 calorias e baixo teor de gorduras e carboidratos. Sendo então, considerado um alimento de baixa densidade energética.

Vários estudos apontam que a ingestão de alimentos com este perfil favorece a perda de peso. (1)

Segundo um estudo do Departamento de Ciências Nutricionais, da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos EUA.

Reduzir a densidade energética da dieta ingerindo vegetais mostrou ser uma boa estratégia para o controle do peso.

Dessa forma, a couve pode ser uma boa companheira para quem deseja perder peso, desde que não seja consumida com alimentos calóricos.

Quando o objetivo é manter ou perder peso é preciso associar a hortaliça com alimentos nutritivos e com baixo teor de calorias, por exemplo;

  • Arroz integral
  • feijão
  • Grãos integrais
  • Legumes
  • Frango
  • Peixe

Por outro lado, de nada adianta a couve ser pobre em calorias e ser consumida junto a pratos como feijoada, tutu de feijão ou bacon.

Modo de preparo: calorias e nutrientes

Pesquisadores da Universidade de Agricultura de Cracóvia, na Polônia, concluíram que a couve possui grande valor nutritivo e alta atividade antioxidante se consumida crua.

Isso porque o processo de cozimento reduz a atividade antioxidante e diminui a quantidade de vitamina C, polifenóis e β-caroteno na hortaliça.

Já a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos, destaca que número de calorias na couve muda conforme o modo de preparo.

Couve manteiga, refogada Couve manteiga, crua
90 kcal 27 kcal
8,7 g carboidrato 4,3 g carboidrato
6,6 g gorduras 0,5 g gorduras
Valores 100g TACO 4 Edição

A couve por ser um vegetal versátil pode ser consumida em saladas como uma opção mais light.

Já quando refogada, basta optar por água ao invés de óleo no preparo, assim o prato fica menos calórico.

Logo, conclui-se que o consumo de couve não engorda e sim, ajuda a emagrecer de forma saudável. Porém, deve ser consumida in natura, seja em sucos detox, refogada ou em saladas.

Do mesmo modo, para chegar na sua meta de peso, é preciso manter uma alimentação balanceada, nutritiva e praticar atividades físicas diariamente.

No entanto, antes de iniciar qualquer programa alimentar para emagrecer. Consulte um nutricionista para certificar-se do método apropriado para o seu objetivo.

Portanto, lembre-se, a couve como parte de uma dieta equilibrada não é inimiga, e sim uma aliada no emagrecimento!

Análise nutricional da couve

Na tabela seguinte, está indicada a informação nutricional em uma porção de 100g de couve crua.

As informações foram retiradas da Tabela Brasileira de Alimentos (TBCA).

Calorias27 kcal
Proteínas 2,9 g
Fibras solúveis 0,1 g
Gorduras saturadas0,1 g
Fibra alimentar3,1 g
Vitamina C 96,7 mg
Carboidratos 4,3 g
Niacina 2,3 mg
Gorduras poliinsaturadas 0,1g  0,1 g
Fósforo48,7 mg
Riboflavina B2 0,3mg
Cálcio 130,9 mg
Sódio 6,2mg
Cobre0,1 ug
Tiamina B1 0,2mg
Potássio 403,5 mg
Ferro 0,5 mg
Zinco 0,4 mg
Magnésio 0,5 mg

Benefícios extras da couve

A couve possui inúmeras propriedades benéficas para a nossa saúde e, por isso, deve ser mais explorada em nossas refeições.

A hortaliça é uma das melhores fontes de vitamina K1 do mundo. Este nutriente é essencial para melhorar o processo de cicatrização.

Além de tudo, ela ainda possui uma boa quantidade de vitamina A, que atua na prevenção de doenças oculares.

Dentre elas, está a catarata, glaucoma e degeneração macular, que ocorre em uma parte da retina chamada mácula e pode provocar a perda da visão.

Ainda, a couve ajuda a fortalecer o sistema imunológico, devido a ser fonte de vitamina C. Com a imunidade alta, os riscos de doenças virais como a gripe são reduzidos.

Inclusive, fortalece os ossos, já que o vegetal é fonte de cálcio, um mineral essencial para o fortalecimento dos ossos e funções neuromusculares.

Desintoxicação do corpo

A couve contém isotiocianatos (ITC) de glicosinolatos, substâncias que auxiliam no processo de desintoxicação do organismo.

Além disso, devido ao alto teor de fibras, melhora os movimentos intestinais, sendo indicada para quem sofre de constipação.

Controla o colesterol ruim

Segundo estudo da Universidade Yonsei, na Coreia do Sul, o suco de couve foi capaz de melhorar os fatores de risco de doença arterial e controla os níveis de colesterol ruim (LDL).

Isso porque, as fibras presentes no vegetal absorvem parte das gorduras das refeições, impedindo-as de entrar na corrente sanguínea e se espalhar para demais partes do corpo.

Ajuda a combater o diabetes

Além das fibras, a couve é fonte de Ácido Alfa Lipóico. Segundo estudos, o ácido graxo tem ação antioxidante e anti-inflamatória, ambos importantes no controle do diabetes.

Algumas pesquisas sugerem que pode ajudar a melhorar a sensibilidade à insulina, reduzir o açúcar no sangue e o colesterol. Porém, mais estudos são necessários para comprovar esses achados.

Outro benefício do ácido alfa-lipóico, é que pode ajudar a retardar a progressão da perda de memória.

Faz bem para a pele

A vitamina C presente na couve tem ação antioxidante, ajudando a combater os radicais livres que causam danos às células.

Portanto, previne o envelhecimento precoce, mantendo a pele sempre saudável e, também, acelera o processo de cicatrização de feridas.

Benefícios em estudo

Informações do National Cancer Institute, relatam que pesquisas vêm mostrando que o consumo diário de vegetais crucíferos, como a couve pode auxiliar na prevenção de alguns tipos de câncer.

Referências:

Sair da versão mobile