Farinha de Arroz Engorda? | Descubra Bem Aqui!

Quem deseja ter uma alimentação mais saudável e equilibrada, geralmente possui muitas dúvidas em relação a determinados alimentos. E uma delas é se a farinha de arroz engorda.

Afinal de contas, esse tipo de farinha contribui ou não para o ganho de peso? Quais benefícios ela pode oferecer para a saúde?

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Enfim, dúvidas como essas são comuns. Ainda mais porque esse alimento é muito indicado como um substituto para a farinha de trigo.

E essa indicação se deve a alguns diferenciais do produto. O arroz é o segundo alimento mais consumido no mundo. E segundo a FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations), ele é responsável por 20 % da energia alimentar da população mundial.

Outro grande diferencial desse cereal, é que ele é rico em substâncias bioativas, principalmente de uma versão mais resistente de amido. Por conta disso, ele pode trazer vários benefícios a saúde, inclusive o retardamento de doenças crônico-degenerativas.

Veja nesse post tudo o que precisa saber sobre a farinha de arroz, se ela contribui para o ganho de peso, quais os seus benefícios e muito mais. Confira!

Afinal de contas, a farinha de arroz engorda?

Para saber se a farinha de arroz engorda ou não, é importante se atentar as informações nutricionais desse alimento.

Sobretudo, comparar o teor de calorias na farinha de arroz, em relação a outras, como as feitas de trigo, centeio ou mesmo a láctea.

Então, abaixo separamos o teor de calorias em algumas farinhas, de acordo com os valores nutricionais da (Tabela Brasileira de Composição de Alimentos.)

Valores para 100 gramas do alimento

  • Farinha de arroz,  363 kcal
  • Farinhas de centeio integral, 336 kcal
  • Farinha láctea, de cereais, 415 kcal
  • Farinha de trigo,  360 kcal

Apesar de ter 363 calorias e 85,5 gramas de carboidratos, o destaque da farinha de arroz, não é ser baixo em calorias, e sim porque o alimento não contém glúten.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O glúten é um componente que pode causar irritações no sistema digestivo e até mesmo reações adversas em pessoas intolerantes ao componente.

Inclusive, também dificulta a absorção de outros nutrientes e vitaminas pelo corpo. Por conta disso, é recomendado evitar o consumo desse tipo da substância no dia a dia.

Além disso, é importante ressaltar que uma xícara de chá de farinha de arroz possui cerca de 5.8 gramas de fibras, que são importantes para quem deseja perder peso.

Isso porque, ao entrarem em contato com o sistema digestivo elas expandem, causando uma sensação maior de saciedade.

No entanto, apesar de não conter glúten, a quantidade de nutrientes da farinha de arroz também é inferior.

Logo, para quem deseja emagrecer com saúde ou até mesmo ter uma alimentação mais saudável, o ideal é buscar por versões enriquecidas ou combinar esse alimento com outros, agregando assim mais vitaminas, minerais e outras substâncias indispensáveis para o corpo.

Além disso, é necessário lembrar que o produto tem boas quantidades de carboidratos. porém, afirmar que a farinha de arroz engorda é um erro, desde que esse item seja consumido com moderação e também combinado com outros alimentos que possam melhorar a quantidade de nutrientes dessa alternativa.

Veja também!

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Os benefícios de consumir a farinha de arroz

A farinha de arroz, principalmente a enriquecida, é considerada uma boa alternativa para quem deseja substituir a tradicional farinha de trigo.

Isso porque, além de não conter glúten, o que acaba sendo excelente para quem deseja emagrecer e também para pessoas celíacas (que possuem intolerância a substância), ela também oferece outros benefícios, tais como:

· Rica em Fibras

As fibras têm papel indispensável no nosso organismo, uma vez que é por meio delas que o nosso corpo consegue se livrar dos resíduos desnecessários e toxinas. E a farinha de arroz é rica em fibras que ajudam a elevar a saciedade e também a evitar problemas como constipação.

Por conta do teor elevado de fibras, diferentemente do produto feito do trigo refinado, a farinha de arroz também ajuda a manter o colesterol controlado, bem como reduz os níveis de açúcar no sangue.

Estudos também mostram que esse alto teor de fibras também consegue reduzir os riscos de várias doenças, incluindo distúrbios do colón, diabetes tipo 2 e hipertensão.

· Ajuda a manter o fígado saudável

Mais um dos benefícios da farinha de arroz é que ela também ajuda a manter o fígado saudável. Isso porque ela ajuda no transporte do colesterol bom e dos triglicerídeos, ajudando assim a manter a saúde do fígado.

Além disso, esse alimento possui colina, uma substância que ajuda a construir uma espécie de membrana protetora em torno do fígado.

Inclusive, um estudo publicado no International Journal of Experimental Pathology, demonstrou que uma dieta baixa em colina e com altos índices de gorduras feita em ratos, acabou aumentando de forma progressiva a fibrose no fígado dos roedores.

Sendo assim, logo, é possível afirmar que a farinha de arroz pode ser uma excelente alternativa para quem deseja manter o fígado saudável.

Conclusão

Como pode perceber, a farinha de arroz pode sim ser uma boa alternativa para quem é intolerante a glúten e deseja emagrecer. No entanto, é necessário se atentar a dois fatores.

O primeiro é ao consumo moderado, uma vez que esse alimento não é baixo em carboidratos e calorias. E o segundo é sempre usar outra farinha mais nutricional em conjunto, ou optar por uma versão enriquecida, por conta da baixa quantidade de nutrientes.

Existem diversas farinhas que é possível usar em conjunto com a de arroz, mas uma das mais indicadas é a de chia. Isso porque, além de ser rica em fibras e lipídios, ela também tem os nutrientes que a de arroz não possui.

Agora que você sabe bastante sobre a farinha de arroz,  não deixe de procurar um nutricionista. Ele poderá avaliar a fundo as necessidades do seu corpo e assim indicar o melhor cardápio.