Farinha de arroz engorda? Análise e calorias!

Com a demanda crescente de alimentos sem glúten, a farinha de arroz pode ser usada como uma alternativa à de trigo, já que é livre de glúten.

Embora o glúten não seja um problema para muitos, é necessário retirá-lo da dieta de quem tem doença celíaca, alergia ou intolerância.

No entanto, muita gente tem dúvida se a farinha de arroz engorda ou não. Afinal, será que atrapalha a dieta?

Para tentar desvendar a questão, falamos com Samara Santos, nutricionista, graduada pela Universidade Federal do Maranhão e com especialização em Nutrição Clínica pelo Centro Universitário Senac.

Sobre a farinha de arroz

O grão de arroz é semelhante ao de milho, aveia, centeio e trigo. Todos esses grãos são compostos de três partes: o farelo, o gérmen e o endosperma

A farinha de arroz nada mais é, que o arroz branco ou integral moído. Contudo, a versão integral é mais saudável, pois as três partes do grão são preservadas, como farelo, gérmen e o endosperma.

Em termos nutricionais, a farinha de arroz integral tem mais vitaminas, minerais e fibras. Além de propriedades com ação antioxidante e anti-inflamatórias.

Já a feita com o arroz branco, devido a processos de descascamento e polimento do grão, o farelo e o germe são removidos, (onde se encontram as fibras) restando apenas o endosperma, composto principalmente por amido, (carboidrato.)

Por esse motivo, o alimento apresenta menos fibras, nutrientes e outros componentes essenciais para o nosso corpo.

Embora ambas as farinhas sejam livres de glúten, para se certificar que se trata da versão integral, é preciso ler o rótulo fixado nas embalagens

Afinal, farinha de arroz engorda?

De antemão, é preciso desmistificar a ideia de que a farinha de arroz engorda menos porque não contém glúten.

A maioria dos estudos científicos não mostram evidências conclusivas que especificamente o glúten favorece no ganho de peso.

Além disso, a farinha de arroz não possui menos calorias que outras, incluindo a feita de milho, trigo ou de raízes como a mandioca.

Na verdade, seu teor calórico é maior, como mostra a tabela abaixo, com base nos dados fornecidos pela Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO 4 Edição.

Farinha de;calorias
Arroz,363 kcal
Mandioca crua, 361 kcal
Trigo, 360 kcal
Milho, amarela,351 kcal
Fonte: TACO – NEPA/Unicamp. 100g

A farinha de arroz não contém glúten, mas isso não significa conter menos calorias que as demais.

Diante disso, a nutricionista Samara Santos, esclarece que para o controle do peso, é preciso evitar exageros, independente da farinha, inclusive, com a feita de arroz.

No entanto, Samara ressalta que o alimento não causará o ganho de peso, se colocado de forma balanceada na dieta.

O problema está na falta de moderação, tanto com farinha de arroz, como seus derivados, por exemplo, pão, bolo, biscoito, macarrão”, explica.

É preciso ter em mente que, quando o objetivo é não engordar, uma regra básica é evitar exageros alimentares”, complementa.

A versão integral é a melhor para a dieta

Quando se trata de perda de peso, é preciso apostar em alimentos nutritivos e que promovem maior saciedade e, assim, ajudam a controlar a fome.

Sabendo que exagerar na farinha de arroz engorda, a versão integral é a melhor opção. Pois é rica em fibras que aumentam a sensação de saciedade.

Sendo assim, o consumo será menor e benéfico, já que a ingestão calórica também será reduzida”, esclarece Samara.

Muita gente tem dificuldade de emagrecer, pela falta de sensação de saciedade após a refeição, daí o alimento integral pode ajudar” finaliza a nutricionista.

A farinha de arroz é low carb?

A resposta é não, assim como no arroz, o carboidrato é o nutriente predominante na farinha, a cada 100 g dela, 85,5 g são carboidratos.

Todavia, existem muitas farinhas low carb para colocar em seu cardápio. Por exemplo, a de maracujá, amêndoas, linhaça e coco são boas opções.

Além de nutritivas, elas possuem baixo teor de carboidratos e podem ajudar no seu emagrecimento.

Tabela nutricional do alimento

Calorias363.kcal
Fibras solúveis3,5g
Carboidratos85,5g
Proteínas1,3g
Gorduras saturadas0,2g
Gorduras poliinsaturadas0,2g
Gorduras monoinsaturadas 0,1g
Niacina24,4mg
Fósforo36,0mg
Piridoxina B63,5mg
Sódio17,1mg
Magnésio4,3mg
Fonte: tabela TACO. 100 g

Como usar na dieta?

Ela pode ser usada na produção de pães, bolos, macarrão, panqueca e massas em geral. A ideia é substituir a farinha de trigo.

A farinha de arroz é fonte de fibras e vários nutrientes, ainda não possui glúten. Sendo uma opção na dieta de pessoas alérgicas ou intolerantes à proteína.

Então, que tal conhecer uma receita para colocar na dieta? Confira na íntegra uma deliciosa farofa.

Modo de preparo

  1. Em uma panela, coloque 1 colher de sopa de azeite de oliva.
  2. Adicione 2 xícaras de farinha de arroz integral.
  3. 1 cebola picada
  4. Milho, cebolinha e sal a gosto
  5. Em fogo médio, misture os ingredientes até dourar.
  6. Em seguida adicione 1 xícara de água e mexa por 3 minutos.
  7. Se desejar, pode colocar frango desfiado ou atum.

Consultora: nutricionista SAMARA SANTOS CRN 8726.


Artigos Relacionados

Sair da versão mobile