Gatorade Engorda? | Análise Completa! | Veja aqui!

Para esportistas ou não, o Gatorade é a preferência de muitos para se reidratar num dia quente ou no pós treino, mas será que a bebida engorda?

Manter um estilo de vida saudável é essencial para quem deseja ter mais saúde e bem-estar.

Por isso, as pessoas estão começando a mudar alguns hábitos, como, por exemplo, alimentação e a prática regular de exercícios físicos.

Ao se exercitar por um período de tempo significativo, o corpo precisa de “combustível” e hidratação para continuar.

É por isso que o mercado está cada vez mais aquecido de produtos com essa finalidade, como, por exemplo, o Gatorade.

O Gatorade é um isotônico composto por água, carboidratos e eletrólitos (minerais) como cálcio, sódio e potássio.

A bebida foi desenvolvida com foco em atletas, para ajudar a repor líquidos e sais minerais que são perdidos durante uma atividade física intensa.

No entanto, o Gatorade não está sendo consumido apenas por atletas, mas também, por pessoas comuns, na hora do almoço ou em qualquer hora do dia.

Além disso, desenvolveu-se um conceito de que a bebida “cura a ressaca” e também a diarreia.

A seguir, confira quais são os cuidados necessários com a bebida e se beber Gatorade engorda ou não.

Afinal, Gatorade engorda?

Para adultos saudáveis e que praticam atividades físicas regularmente, o gatorade não engorda e ainda dá energia, hidrata e repõe os sais minerais que saem com o suor.

Contudo, em casos de pessoas menos ativas ou sedentárias, a bebida será apenas uma fonte extra de calorias e sódio, no caso, o ideal é que o consumo seja moderado e eventual.

É preciso levar em consideração que o uso excessivo de bebidas isotônicas, sucos industrializados, energéticos ou refrigerantes contribuem para o ganho de peso corporal.

Além disso, pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão devem ingeri-los somente após orientação médica.

Se você não pratica nenhuma atividade esportiva e toma o Gatorade apenas porque gosta, é preciso considerar a frequência e a quantidade na dieta.

Isso porque, em casos de pessoas sedentárias, ingerir regularmente açúcar e sódio extras ao longo do dia não é necessário, tampouco recomendado.

De modo que, a quantidade de bebida que você tomar será determinante para engordar ou não.

Estudos sobre o Gatorade

Assim como ocorre no público adulto, o consumo de bebidas esportivas por adolescentes e crianças nem sempre está associado à prática de esportes.

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Cardiff, no Reino Unido, o consumo de isotônicos pode causar obesidade em crianças e adolescentes.

A conferencista sênior em Saúde Pública Dentária na Universidade de Cardiff, Maria Morgan, relata que o alto teor de açúcar e baixo pH presente nos isotônicos, além da obesidade, aumenta o risco de cáries e erosão do esmalte dos dentes.

Sendo assim, para a saúde do público infanto-juvenil é importante que eles consumam diariamente bebidas saudáveis, como água, suco natural ou chá, e eventualmente alguma bebida industrializada.

Existe Gatorade sem calorias?

A resposta é sim, a Gatorade, empresa líder mundial em hidratação, traz agora ao público brasileiro, o G Active, uma bebida sem calorias, zero carboidratos e ainda com menos sódio na composição.

Nos sabores limão e tangerina, o produto é destinado para atletas amadores que
praticam atividades físicas com o objetivo de manter a saúde e bem-estar.

Confira na tabela as informações nutricionais do produto tradicional e o G Active. Os dados a seguir foram retirados do site da Gatorade.

Gatorade tradicional G Active
Sódio: 260 mgSódio: 230mg
Carboidrato: 30gCarboidrato: 0g
Calorias: 120kcalCalorias: 0kcal
Potássio: 70mgPotássio: 70mg
(GARRAFA DE 500ML)

Então, qual Gatorade é o recomendado para mim?

As bebidas esportivas, como Gatorade, contém açúcar e minerais que ajudam a substituir o que perdemos durante um exercício de longa duração, especialmente em ambientes quentes.

Como já descrito, o Gatorade ajuda na reposição de água, carboidratos e sais minerais no organismo e, para isso, temos duas opções: Gatorade tradicional e o G Active

O Gatorade tradicional deve ser consumido por atletas profissionais ou amadores antes, durante e/ou depois dos exercícios físicos de alta intensidade e duração.

Dentre as atividades, estão:

  • Atletismo
  • Basquete
  • Ciclismo
  • Corrida
  • Crossfit
  • Ginástica
  • Handebol
  • Lutas
  • Natação
  • Polo aquático
  • Skate
  • Surfe
  • Tênis
  • Tênis de mesa
  • Vôlei
  • Qualquer outra atividade que te faça suar

O G Active é um isotônico sem calorias recomendado para atletas amadores para hidratar o corpo, ele ajuda a recuperar os sais minerais que o organismo precisa para finalizar os exercícios.

Ele é indicado para os praticantes dos seguintes esportes:

  • Corrida
  • Crossfit
  • Dança
  • Lutas
  • Musculação
  • Pilates
  • Spinning – ciclismo indoor, feito em academias
  • Treino funcional
  • Yoga
  • Qualquer atividade regular que te faça suar

Curiosidades: Origem do Gatorade

O Gatorade foi desenvolvido em 1965 por quatro médicos pesquisadores da Universidade da Flórida.

Os estudos foram conduzidos pelos cientistas Robert Cade, Dana Shires, Harry James Free e Alejandro de Quesada, a pedido do técnico da equipe de Futebol americano da universidade (Os Florida Gators), Ray Graves.

De acordo com informações do site da Universidade Estadual da Pensilvânia, os atletas estavam sofrendo de superaquecimento, o qual afetava o desempenho atlético.

Por isso, o treinador pediu ao Dr. Cade e sua equipe que encontrassem uma solução.

Então, os pesquisadores desenvolveram uma bebida que ajudou na hidratação dos atletas, repondo líquidos, carboidratos e sais minerais perdidos com o suor.

Além disso, fornecia energia para os músculos em movimento na atividade física.

As primeiras versões da bebida eram compostas por água, açúcar, sódio, fósforo, potássio e suco de limão.

Conclusão

Em resumo, se você não pratica atividades físicas com frequência de no mínimo uma hora por dia, Gatorade não é o produto adequado para você, então, continue apostando na água como forma de hidratação.

Referências:

Sair da versão mobile