Grávidas Podem Comer Miojo? | Saiba os Cuidados!

Um questionamento comum é se grávidas podem comer miojo, realmente a dúvida permeia muitas gestantes, porém vamos trazer várias informações sobre o alimento.

De fato neste mundo moderno a rapidez no preparo dos alimentos é cada vez mais importante, em geral, os fast-food foram de vez adotados em nossa dieta.

Afinal, que atire a primeira pedra quem nunca saboreou um delicioso miojo não é mesmo?

Seja pela praticidade do produto ou sabor, é muito fácil se tornar fan desse tipo de comida.

No entanto, você já deve ter ouvido por aí que miojo não é nada bom para a saúde, ainda mais para mulheres grávidas.

Contudo, será que isso é verdade? Comer macarrão instantâneo pode ser prejudicial à saúde das gestantes e de seus bebês?

Entenda o que é o miojo.

O macarrão instantâneo mais conhecido como miojo ou cup noodles, é uma massa frita inventada pelo empresário japonês Momofuku Ando, fundador da Nissin product.

Este tipo de macarrão é consumido no mundo todo, porém, a tempos vem levantando debates entre profissionais da saúde, devido a teores em substâncias como sódio, gordura e conservantes.

Por que grávidas devem evitar o miojo?

Segundo a (OMS) Organização Mundial de Saúde, é sugerido ingerir no máximo 5 gramas de sal por dia, o que daria 2000 mg de sódio, correspondendo a 1 colher de chá cheia.

No entanto, em alguns casos um pacotinho de macarrão instantâneo chega a ter até 1724 mg de sódio, 72 % do valor diário.

Sem falar ainda que no alimento se encontra gorduras saturadas, conservantes e glutamato monossódico, (todos esses ruins para saúde).

Boa parte de todo esse sódio, gorduras ruins e aditivos alimentares, são encontrados nos temperos que já vem nas embalagens.

Mulheres grávidas devem limitar o consumo de macarrão instantâneo, pois o mesmo contém substâncias que em excesso pode levar a diversas condições de saúde.

Saiba que a gestação é um período em que o bebê busca nutrientes de qualidade para melhor se desenvolver.

O consumo exagerado de miojo por grávidas!

Se você ainda está considerando comer miojo no almoço, você precisa saber que um novo estudo publicado no The Journal of Nutrition apontou que:

As mulheres que consomem miojo duas vezes por semana, são 68% mais propensas a sofrerem de várias doenças.

Incluindo, diabete tipo 2, obesidade, hipertensão, glicemia elevada, colesterol e acidente vascular cerebral, e isso independente da dieta ou hábitos de exercícios.

O estudo observou que esses efeitos foram mais prevalentes em mulheres do que em homens.

Segundo o autor do estudo Hyun Joon Shin, da equipe de cardiologia clínica no Centro Médico da Universidade de Baylor. E estudante de doutorado de epidemiologia de nutrição na Escola de Saúde Pública de Harvard.

A razão pelo qual o impacto ser maior em mulheres provavelmente é porque elas têm hormônios sexuais e metabolismo diferentes dos homens.

Veja também!

Considerações finais

Embora por vezes não exista contra-indicação médica no consumo do miojo na gestação, é preciso estar ciente que vários estudos apontam que as substâncias no alimento devem ser limitadas na dieta.

O mesmo cuidado se aplica a outros alimentos ricos em gorduras saturadas, sódio e conservantes, que em demasiado são responsáveis por vários problemas de saúde.

Portanto, Miojo, fast-food e alimentos processados devem ser consumidos sem excessos e ocasionalmente.

De modo, que nunca devem substituir as principais refeições como almoço e o jantar principalmente na gravidez.

Contudo, você pode substituir o macarrão instantâneo por alimentos mais saudáveis, como por exemplo o macarrão comum.

Embora demore mais tempo para o preparo, é muito mais saudável e nutritivo.

Aliás, você pode adicionar ao macarrão molhos a base de vegetais e temperos, como; orégano, louro, tomate, tomilho dentre outros.

Além disso, vale a pena incluir no cardápio peixes ricos em ômega 3, por exemplo. Salmão, sardinha e atum, que além de saborosos contêm importantes nutrientes para mãe e seu bebê.

Por fim, busque também ingerir alimentos ricos em vitamina D, pois a vitamina é muito importante no período da gestação.

Confira agora alguns alimentos ricos no nutriente, sardinha, leite ninho fortificado, ovo cozido, figado de galinha e salmão cozido.