Leite Ninho Engorda? | É rico em calorias? | Confira!

leite ninho engorda

Tradicional e saboroso, o leite ninho faz parte da alimentação tanto de crianças, quanto de adultos. Mas será que engorda?

Para sabermos a resposta, é preciso conhecermos a sua composição e o número de calorias no alimento. Então, vamos conferir?

Conhecendo o leite ninho

Pioneiro no segmento, o primeiro leite ninho foi lançado em 1944 pela empresa Nestlé, de lá pra cá, muita coisa mudou.

Ao longo dos anos, várias versões do alimento foram sendo elaboradas para atender as diferentes necessidades do público.

A nutrição ideal, tem sido o foco na evolução do produto, que hoje conta com diversas opções, como leite ninho fortificado com vitaminas, minerais e adição de fibras.

Além disso, o alimento zero lactose e o ninho com 50% menos gorduras são alguns exemplos da diversidade de produtos disponíveis aos consumidores.

Tudo isso mantendo o mais alto padrão de qualidade e segurança alimentar, visando atender as necessidades nutricionais dos brasileiros, em especial das crianças.

Número de calorias no leite ninho

Para manter a boa forma, além da prática de atividades físicas, é preciso optar por alimentos e bebidas com baixo teor calórico e alto valor nutricional.

Por vezes, não é preciso abrir mão de alimentos que tanto gostamos, como o leite ninho. A dica é optar pelas versões com menos calorias.

Na tabela abaixo, confira algumas opções, segundo as informações nutricionais da empresa Nestlé.

NINHOcaloriasporção
FORTI+ LEVINHO
Com 50% menos gorduras
94 kcal22g
Versão hora de dormir, com camomila.99 kcal25g
FORTI+ FIBRAS105 kcal25 g
Forti+ em Pó Integral126 kcal25g
Forti+ Zero Lactose116 kcal25g
Nutrigold, para bebês a partir de 1 ano471 kcal100g
Orgânico125 kcal25g
Fonte: Nestlé.

Afinal, leite ninho engorda?

Há várias razões que levam uma pessoa a engordar, entre elas, doenças, sedentarismo e exageros alimentares.

Em relação aos alimentos e bebidas, aqueles ricos em calorias devem ser ingeridos com maior moderação para o controle do peso.

Isso porque, se a ingestão de calorias excede as gastas, as excedentes se tornam gorduras que mais tarde serão estocadas no corpo.

O teor calórico do leite ninho depende da versão do produto, em alguns casos, é semelhante ou inferior ao do leite comum, (de caixinha)

Vale destacar, que as versões que são feitas com leite semidesnatado possuem menos gorduras e calorias em relação ao integral.

Por isso, é essencial buscar por opções que se encaixam com seu objetivo, no caso, o semidesnatado é o melhor para quem deseja emagrecer.

Em conclusão, o leite ninho engorda assim como o leite comum, mas ao depender da quantidade, não vai colocar sua dieta em risco.

O ideal é não exagerar na dose na hora do preparo, e assim não correr o risco de ingerir mais calorias que deveria.

Além disso, alguns outros cuidados são necessários para que o alimento não favoreça no ganho de peso, vamos conferir?

O que torna o leite ninho mais calórico?

Quando você dilui o leite ninho somente em água (para realizar o preparo). Por conta da água não possuir calorias, a bebida acaba ficando com a mesma quantidade de calorias que citamos aqui antes.

No entanto, o problema é quando você mistura o produto com outros ingredientes. Especialmente no preparo de bolos, doces, vitaminas e biscoitos, por exemplo.

Uma vez que você juntará as calorias do leite ninho, com as de outros alimentos, sendo ainda pior quando esses são muito calóricos.

Inclusive, há casos que no preparo da bebida, ocorre adição excessiva de açúcar, o que tornará a refeição ainda mais calórica.

Assim, você estará transformando um alimento nutritivo, fonte de vários nutrientes em uma bomba calórica.

É bom para as crianças?

O leite ninho é importante para o crescimento e desenvolvimento das crianças. Pois, é fonte de diversas vitaminas e minerais essenciais para os pequenos.

Aliás, foi feito um estudo com 56 crianças, sendo que 26 delas receberam uma dieta isenta de leite e derivados, e 30 receberam uma dieta sem nenhum tipo de restrição.

O resultado foi que as crianças que não consumiram leite, apresentaram menor ingestão de proteínas, cálcio, fósforo, lipídios e energia, em comparação a dieta sem restrição.

Por muitos anos, o ninho tem sido usado na alimentação infantil, e quando consumido com moderação, não tem sido associado com casos de obesidade nas crianças.

Conclusão

Hoje vimos que o leite ninho não engorda se for usado com moderação, E para aqueles que sofrem de intolerância à lactose, ainda existe a versão do alimento sem a substância.

Entretanto, também os consumidores podem optar pelo consumo de leites vegetais, tais como de soja ou de arroz, por exemplo.

Esperamos que esse artigo tenha sido útil para esclarecer essas dúvidas. Caso ainda tenha alguma, não hesite em deixar sua pergunta.


Revisão Marianne Rocha Nutricionista

Mestra em Ciências – FSP/USP Pós-graduanda em Nutrição Esportiva – CEFIT

Artigos Relacionados