Comer uva à noite faz mal? – Veja a resposta!

Não é segredo pra ninguém que o consumo de frutas é indicado e muito saudável. Mas, será que podem fazer parte do cardápio no período noturno?

Uma dúvida comum é se comer uva à noite faz mal. Para esclarecer o assunto, nessa matéria trouxemos a análise do especialista sobre o tema.

Muitos evitam consumir uva à noite por medo de engordar ou atrapalhar o sono. Porém, segundo a nutricionista Fernanda Diniz, não há motivos para preocupação.

Fernanda explica que a frutinha está longe de ser prejudicial à noite, pelo contrário, ela ajuda a melhorar a qualidade do sono.

A casca da uva possui melatonina, conhecida como hormônio do sono e, assim, ela ajuda no combate à insônia, explica a expert.

Mas vale lembrar, nada de excessos, a uva assim como outras frutas, contém frutose, que é açúcar e se consumida em demasia, pode causar ganho de peso.

O ideal é consumir de 8 a 12 unidades, dependendo do tamanho da uva, e sempre com a casca, para aumentar a ingestão de fibras.

Quais alimentos evitar antes de ir para cama?

Ter uma boa noite de sono é fundamental para que o organismo consiga exercer as funções restauradoras do corpo.

Enquanto dormimos, por exemplo, é possível regular o metabolismo, repor as energias e reparar os tecidos.

Por isso, dormir bem é um hábito que precisa ser incluído na rotina de todos para manter o corpo e a mente saudáveis.

Segundo o neurologista e especialista em medicina do sono, o médico americano Dr. Carl Rosenberg, durante a noite é melhor evitar certos alimentos.

Os alimentos que contêm uma substância chamada tiramina podem nos manter acordados e atrapalhar o sono.

Isso porque a tiramina promove a liberação de um hormônio chamado noradrenalina, um estimulante cerebral.

Sendo assim, evite consumir próximo a hora de dormir;

  • Nozes
  • Bacon
  • Queijos envelhecidos
  • Tomate
  • Vinho tinto
  • Molhos industrializados

Além disso, o especialista explica que quem sofre refluxo ácido, também precisa fugir de alimentos ácidos ou picantes, como frutas cítricas e molho de tomate.

Outros alimentos ainda podem perturbar o sono, como os que contêm cafeína, por exemplo, café e chocolate.

O mesmo cuidado serve para aqueles que demoram mais para digerir, no geral, alimentos gordurosos como batatas fritas.

Por último, evite os com alto teor de água, como melancia e pepino. Pois com a bexiga cheia, pode ser preciso levantar-se para ir ao banheiro no meio da noite.

Agora vamos aos benefícios da uva para a saúde

Nessa leitura, explicamos se comer uva à noite faz mal, porém vimos que a fruta é uma aliada do sono. Agora vamos conhecer os seus outros benefícios?

A uva contém resveratrol, um antioxidante que auxilia no combate aos radicais livres que danificam as células.

Além disso, é fonte de vitaminas A, C, E, K e minerais como cálcio, fósforo, magnésio e potássio. 

Por isso, o consumo regular da fruta oferece diversos benefícios para a saúde. Entre eles estão:

Previne problemas cardíacos

A uva contém vitamina K, que ajuda a reduzir a coagulação do sangue e também flavonóides, que reduzem o processo de oxidação do colesterol ruim (LDL), protegendo as paredes das artérias.

Além disso, a fruta é rica em potássio, um mineral que ajuda a reduzir os níveis de sódio no organismo, um dos principais causadores da pressão alta.

Equilibra a glicose no sangue

Fato é que as uvas são doces, porém não precisam ficar de fora do cardápio dos diabéticos. Desde que não sejam ingeridas em excesso.

A fruta, aliás, segundo estudo da Universidade Lituana de Ciências da Saúde, devido ao antioxidante resveratrol, auxilia no equilíbrio da glicose, contribuindo com a saúde de pacientes diabéticos.

Melhora a saúde do sistema digestivo

A constipação é um problema cada vez mais comum, maus hábitos alimentares e pouca atividade física agravam o quadro.

Por isso, ingerir fibras e água são dois fatores essenciais para evitar esses tipos de problemas.

Como a uva é uma fruta rica em água e fibras, age como um tratamento coadjuvante para a digestão, prevenindo a constipação (prisão de ventre).

Também, ajuda a recuperar a mucosa estomacal, sendo benéfica na prevenção de úlceras gástricas e gastrite.

Melhora a visão

Segundo um estudo científico realizado pela professora Abigail Hackam, da Universidade de Miami, a uva ajuda a preservar a saúde da retina.

Já que consumir a fruta regularmente pode prevenir esse problema e melhorar a saúde da visão.

E como higienizar a uva?

Primeiro lave a fruta em água corrente e, em seguida, coloque em uma bacia com duas xícaras de água e uma xícara de vinagre branco de álcool.

Deixe submersa nessa solução por 30 minutos, enxágue em água corrente, transfira para um escorredor e deixe secar.

Na hora de comer, descarte aquelas uvas rachadas ou estragadas, pois elas contêm bactérias e outros resíduos que são impossíveis de higienizar.

Fique sempre atenta (o) a esses detalhes, afinal, para nos manter saudáveis precisamos consumir alimentos saudáveis.

Consultora: nutricionista FERNANDA DINIZ CRN3: 31577

Referências:

  • Baylor College of Medicine: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S2352721815000157
  • Professora Abigail Hackam: https://www.dailymail.co.uk/health/article-3488714/Carrots-No-s-grapes-great-eyes-r
  • Journal of the Science of Food and Agriculture: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/jsfa.2537
  • Dr. Carl Rosenberg
  • https://www.sleephealthsolutionsohio.com/
  • Universidade Lituana de Ciências da Saúde: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/27496184/