Mortadela Engorda? | Pode na dieta? | Confira!

A mortadela é um dos produtos mais apreciados pelos brasileiros, seu aroma e sabor são inconfundíveis, como recheio, é a predileta de muitos no sanduíche.

Mas se você está pensando em perder peso e está em dúvida se mortadela engorda ou não, não vai querer deixar de ler este artigo.

Mas é claro, para sabermos se o produto pode ou não comprometer a dieta, é essencial conhecermos suas propriedades nutricionais.

Composição e o número de calorias na mortadela

Diferente do presunto, que é feito só do pernil suíno, a mortadela é uma mistura de carnes, podendo ser suína, bovina ou de aves.

Em geral, o produto é feito de forma industrializada, onde esses elementos são moídos, homogeneizados e acondicionado em tripas naturais ou artificiais.

Além da adição do toucinho, o produto recebe diversos temperos como alho, noz-moscada, coentro, gengibre, pimentas e inúmeros aditivos alimentares.

Já adiantamos que, o número de calorias no alimento, muda de acordo com a marca, variedade e tamanho das porções, portanto, confira a seguir.

Segundo a Sadia, em 3 fatias da mortadela defumada, o equivalente a 40 g, há 81 calorias, já a mesma porção da versão mista apresenta 88 kcal.

Em 100 gramas da mortadela tradicional, Perdigão, há 323 kcal e 124 kcal na versão ouro fatiada, já o produto feito de frango, contém 120 kcal em 40 gramas.

Também podemos destacar, a mortadela light da Ceratti, que é livre de carne suína e toucinho, em 2 fatias contém 40,45 calorias, 35% menos gorduras e 30% menos sódio que o produto tradicional.

Afinal, mortadela engorda ou não? Quem está de dieta pode comer?

Sobre a dúvida se mortadela engorda ou não, o que determina, são as quantidades do alimento na dieta, já que a alta ingestão calórica, aumentam as chances do ganho de peso.

Sobretudo, o consumo da carne processada deve ser feito com moderação, já que o alimento é caracterizado pelos elevados índices de gordura saturada, sódio e conservantes.

Estas são substâncias que em excesso no organismo podem promover vários problemas de saúde.

Em via de regra, se presume que uma ou duas fatias de mortadela, em um lanche intermediário e ocasional, não são suficientes para impactar no peso corporal.

Principalmente, se nas refeições principais, como café da manhã, almoço e jantar, são ingeridos alimentos integrais, carnes magras e vegetais.

Todavia, se temos um estilo de vida sedentário e dieta composta por outros processados, o ganho de peso fica mais fácil.

Assim, considerando o teor calórico e os componentes da mortadela, a regra básica para o controle do peso e vida saudável, é não exagerar nas quantidades.

Contudo, quando não existe tal cuidado, convém destacar que mortadela engorda sim, e certamente não será saudável.

Quantas calorias têm um pão com mortadela?

Quem anda de olho na balança, pode se perguntar se essa combinação engorda, portanto, confira o número de calorias no sanduíche.

Uma unidade de pão francês (50 g) possui em média 150 calorias, com adição de 3 fatias da mortadela defumada, as calorias no lanche sobem para 221.

Entretanto, se a refeição for acompanhada por uma Coca-Cola de 350 ml, a qual carrega (149 kcal) o total é de 370 calorias, assim, superando as calorias existentes em 100 g de batata frita que possui 267 kcal.

Desse modo, para evitar o ganho de peso, é indispensável considerar as quantidades do sanduíche e acompanhamentos em sua dieta.

Mortadela é low carb?

Diferentemente das carnes in natura, (sem processamento) alimentos processados como a mortadela, salsicha, hambúrguer e salame, em geral, possuem carboidratos.

Ainda assim, as quantidades de carboidratos nesses produtos, dependem das versões e os ingredientes que cada fabricante adiciona.

Todavia, é possível encontrar embutidos sem carboidratos, por isso, vale apena pesquisar, porém, para se certificar disso, é necessário ler a tabela nutricional do produto.

Veja ainda! Mortadela é remoso?

Por que dizem que mortadela em excesso faz mal?

Em comunicado, a Organização Mundial da Saúde, tem afirmado que a ingestão excessiva de embutidos pode trazer danos à saúde.

As restrições impostas sobre esses produtos, é devido as altas concentrações de aditivos químicos, assim como gordura saturada e sódio.

Ao observar a composição nutricional da mortadela, constata-se os teores elevados nesses elementos, os quais a ingestão deve ser moderada.

Para o consumidor, é importante saber, que segundo o ministério da saúde, a alta ingestão de sódio, está associado a retenção de líquidos, aumento do risco de doenças do coraçãorenais e outras.

A OMS, recomenda que para adultos saudáveis, o consumo de sódio não seja maior que 2.000 miligramas por dia.

Dados apontam que os brasileiros têm ingerido mais que o dobro que o sugerido pela agência.

O mesmo se aplica a gordura saturada, pois quando em excesso na dieta, pode aumentar as taxas do colesterol LDL, considerado ruim, assim, o controle com essas substâncias é fundamental.

Alimentos ricos em sódio contribuem no ganho de peso?

Considerando as quantidades significativas de sódio na mortadela, surge uma outra questão, esse componente pode ou não impactar no ganho de peso corporal?

Sobre o tema, é fundamental observarmos o que estudos dizem a respeito, e se os mesmos, são ou não conclusivos.

A princípio, devemos esclarecer que o sódio é uma substância necessária para o corpo, porém é prejudicial em excesso.

Contudo, alguns estudos buscaram compreender se há ou não relação na alta ingestão de sódio e o ganho de peso.

Em um estudo conduzido por pesquisadores espanhóis, apontou que o consumo de sal, estava ligado a obesidade, bem como o excesso de sódio, a maus hábitos alimentares e ganho de peso.

Já um outro estudo realizado na Coreia do Sul, demonstrou associação na ingestão de sódio e o sobrepeso /obesidade central.

Os pesquisadores chegaram a essa conclusão, depois de analisar os níveis de sódio na urina, de um total de 16.250 adultos, com idade de 19 anos e 1476 indivíduos com idades entre 10 e 18 anos.

Os resultados indicaram, que os participantes com altos níveis de excreção de sódio na urina, entre 3200 mg, são mais propensos ao ganho de peso que aqueles com níveis menores de 2200 mg.

Embora seja necessário, mais estudos para confirmar a relação entre a alta ingestão de sódio e o ganho de peso.

Os pesquisadores sugerem ser importante para o controle do peso e diminuição da obesidade central, reduzir a ingestão de sal na dieta, especialmente por adolescentes.

Fontes: