Quais os benefícios da nata? | Saiba para que serve!

Quais os benefícios da nata? Será que ela é boa para nossa saúde? A resposta você confere nesta leitura.

Fundamental em diversos tipos de receitas, a nata tem sido incluída em diversos pratos, desde molhos e até sobremesas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O produto confere suavidade e uma consistência cremosa, dando um toque todo especial a qualquer receita.

Claro, o leite é considerado uma fonte de nutrientes para o nosso organismo e possui diversos efeitos benéficos.

Acompanhe agora neste artigo, quais são os benefícios da nata e como ter essa carta coringa na sua dieta.

O que é a nata?

A nata é na verdade o creme do leite, é aquela gordura que surge na superfície quando se ferve o leite não pasteurizado para tirar suas bactérias. 

No interior, é muito comum a venda sob encomenda do leite não pasteurizado por criadores de gado, mesmo sob penalização. 

Já nos grandes centros, a nata pode ser encontrada na seção de frios dos supermercados.

Ela pode ser consumida em torradas e pães, como substituição das manteigas, requeijões e cream cheese.

O produto vem sendo adequado aos diferentes perfis de consumo, com versões light e zero lactose, além da original, com uma porcentagem de gordura de 48%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Afinal, quais os benefícios da nata?

Apesar de ser apenas gordura, a nata traz consigo diversos nutrientes provenientes do leite, como os minerais potássio, magnésio, cálcio e fósforo.

Além disso, ela é fonte das vitaminas A, D, E, B12 e B2, as quais são micronutrientes essenciais para nosso corpo.

Outro benefício da nata, é seu alto teor de gorduras e proteínas, que aumentam a carga de energia do nosso corpo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Portanto, se perdeu energia durante o dia, ou após o treino na academia, a nata é uma grande fonte de recuperação da energia corporal.

Contudo, vale a pena não exagerar no consumo, já que a cada 15 gramas de nata pode haver até 68 kcal.

Desse modo, exagerar no consumo desse produto lácteo pode deixar a dieta de perda de peso pouco eficaz. 

Potencial para melhora da visão.

Alguns alimentos, como a manteiga e a nata, são boas fontes de vitamina A, também chamada de Retinol.

Através da vitamina A contida em sua composição, a nata ajuda a melhorar a saúde dos olhos, sobretudo a visão noturna.

Esta vitamina, presente na nata, é essencial para a formação de algumas proteínas encontradas em nossos olhos, como a rodopsina.

A rodopsina é de extrema importância para podermos enxergar em ambientes com pouca iluminação.

Inclusive, mudanças bruscas de iluminação recebem uma melhor adaptação com uma ingestão adequada de vitamina A.

Além disso, a umidificação dos olhos e amplitude de visão noturna são consequências de uma boa ingestão do nutriente.

Com isso, a nata não só ajuda a melhorar a saúde ocular como ainda previne doenças do envelhecimento da visão, como a catarata.

Melhora da saúde capilar, pele e unhas.

Outro aspecto físico melhorado pelo consumo da nata são os cabelos, e mais uma vez, o beneficio vem da vitamina A.

A síntese proteica dos fios os deixa mais encorpados e ainda com o brilho de um cabelo naturalmente saudável.

Além da vitamina A, as proteínas presentes na nata fortalecem a pele e as unhas.

Isso porque todos os tecidos do nosso corpo dependem de proteínas, compostas por aminoácidos, como a queratina.

Por isso, a ingestão do leite ou da nata como fonte de proteínas traz benefícios para nossa pele, cabelos e unhas.

De grande ajuda na saúde cerebral

O consumo de lácteos pode ser o grande trunfo na dieta, especialmente se você já anda meio esquecido das coisas.

Esses alimentos ajudam a manter o bom funcionamento do cérebro, mantendo seu humor e saúde mental tão bons quanto as funções neurológicas.

Isso porque uma pesquisa descobriu que o consumo de leite e derivados está ligado à prevenção de Alzheimer e Parkinson.

O estudo feito pela University of Kansas Medical Center, revelou que a ingestão de lácteos ajuda a aumentar a concentração de glutationa no cérebro.

A glutationa é um potente antioxidante que promove vários benefícios à saúde, ajudando na proteção do cérebro contra doença de Parkinson e o mal de Alzheimer.

A pesquisa contou com 60 idosos que tiveram suas concentrações cerebrais de glutationa aumentadas devido o consumo de lácteos.

Segundo Young Choi, professora de neurologia, as pesquisas indicam uma associação entre a ingestão do leite e derivados e maiores níveis de glutationa no cérebro.

Os lácteos são fontes de vitaminas, minerais e antioxidantes essenciais para proteger o cérebro contra condições neurodegenerativas.

Fortalece os ossos: mais um dos benefícios da nata.

O cálcio da nata é o nutriente responsável pelo desenvolvimento de dentes e ossos fortes.

Além de manter nosso corpo mais saudável, o cálcio é um excelente aliado na imunidade.

Com isso, o consumo de lácteos se torna importante na construção de tecidos dentro do nosso corpo, incluindo o cérebro e nervos.

A nata ainda é fonte de magnésio, o qual é essencial para saúde óssea, pois aliado ao cálcio, favorece no fortalecimento do osso.

Por isso, o consumo da nata, do queijos e do requeijão ajuda a promover dentes e ossos mais fortes e saudáveis.

A nata é rica em gorduras saturadas.

Assim como o leite, a nata é um alimento rico em diversos nutrientes, mas também carrega bastante gordura, sobretudo as do tipo saturadas.

É preciso observar que a alta ingestão dessas gorduras está associado ao aumento do colesterol e problemas do coração.

Portanto, para consumir a nata sem prejudicar a saúde, o ideal é controlar o tamanho das porções em sua dieta.

A mesma moderação serve com a manteiga, requeijão, creme de leite e queijos amarelos, pois no geral, possuem bastante gordura.

Este cuidado deve ser maior na dieta de pessoas com problemas do coração, diabetes ou colesterol alto.

Cerca de 15 gramas de nata possuem em média 4,8 gramas de gorduras saturadas e, por isso, vale a pena não exagerar.

Como incluir a nata na dieta?

Para aderir ao consumo diário da nata é preciso calcular a quantidade de gordura saturada que você pode consumir, sendo de forma geral, entre 20 a 22 gramas por dia.

Agora é hora de preparar a nata e usar em diversas receitas, como por exemplo, um delicioso bolo de chantilly.

A nata é bem fácil de fazer e leva ingredientes que todo mundo tem em casa, confira a seguir!

  • 1 litro de leite integral, (não vale o desnatado!)
  • Uma panela grande.

Preparo:

Ferva o leite na panela e depois desligue o fogo, em seguida, deixe esfriar e leve à geladeira por no mínimo por 10 horas.

Então, uma camada de gordura branca se formará na parte superior do leite, (é a nata!)

Daí em diante, basta ir removendo ela com o auxílio de uma colher e colocando num recipiente.

A nata pode ser armazenada numa vasilha de plástico ou vidro e guardada na geladeira.