Como cortar o efeito do energético? | Veja e entenda!

Exagerou na dose do energético e ficou com o coração acelerado, a boca seca e a cabeça a mil?

Hoje vamos falar sobre um assunto que interessa muita gente. Afinal, como cortar o efeito do energético?

O energético é uma bebida muito utilizada para turbinar a energia que você precisa no trabalho e nas festas com os amigos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A seguir, vamos saber como a bebida age em nosso organismo e como podemos cortar os seus efeitos.

O que é um energético?

A bebida energética é feita a partir de estimulantes como cafeína, taurina, guaraná e ginseng,  bem como pode levar açúcar e vitaminas.

Estes compostos estão associados por aumentar ação cerebral, a concentração e a disposição física, pois atuam no sistema nervoso central.

Por isso, muitas pessoas consomem energéticos para estudar, trabalhar, praticar esportes ou se divertir.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As marcas mais populares de bebidas energéticas no mercado são Red Bull, Monster, Fusion e TNT Energy.

Quanto tempo dura o efeito do energético?

O tempo de duração do energético no corpo varia muito do metabolismo de cada pessoa, assim como da quantidade consumida.

Já o pico de ação da cafeína no organismo acontece entre 30 e 60 minutos após a ingestão e pode durar de três a seis horas.

Em geral, a taurina tem um efeito mais prolongado, podendo permanecer no organismo por até 24 horas.

Como cortar o efeito do energético?

Infelizmente, não existe uma forma de cortar o efeito do energético de forma imediata. O que você pode fazer é tentar amenizar os sintomas e acelerar a eliminação das substâncias estimulantes do seu corpo.

Veja algumas dicas:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Beber bastante água ajuda a hidratar o corpo, que pode ficar desidratado por causa do efeito diurético da cafeína.

Além disso, a água facilita a filtração dos rins e a eliminação da cafeína e da taurina pela urina.

Vale destacar, que a ingestão da vitamina C pode ser benéfico, pois ela ajuda a combater os radicais livres gerados pelo estresse oxidativo causado pela cafeína.

Inclusive, o nutriente também auxilia na reposição de minerais importantes para o bem-estar, como o magnésio e o potássio.

Você pode consumir a vitamina C através de suplementos ou da dieta, sendo que as melhores fontes são as frutas cítricas, como;

  • Laranja
  • Goiaba
  • kiwi
  • Mexerica
  • Acerola
  • Limão

Faça exercícios físicos

Pratique exercícios físicos moderados: os exercícios físicos ajudam a queimar a energia acumulada pelo consumo de energéticos e também liberam endorfinas, que são hormônios que promovem o relaxamento e o prazer.

Mas cuidado para não exagerar na intensidade dos exercícios, pois isso pode sobrecarregar o seu coração.

Alimentos benéficos e prejudicais

Evite alimentos ricos em fibra: os alimentos ricos em fibra podem retardar a absorção da cafeína pelo intestino e prolongar o seu efeito no organismo.

Por isso, evite consumir cereais integrais, frutas com casca, verduras folhosas e leguminosas quando estiver sob o efeito do energético.

Do mesmo modo, evite beber café, refrigerante ou comer chocolate, pois eles podem piorar a ansiedade e a insônia.

Por outro lado, consuma vegetais crucíferos: esses vegetais pertencem à família das brássicas, como couve, brócolis, repolho, couve-flor e rabanete.

Esses alimentos contêm compostos que estimulam as enzimas responsáveis pela metabolização da cafeína no fígado.

Assim, eles podem ajudar a reduzir o tempo de permanência da cafeína no seu corpo.

Durma bem e relaxe

Dormir por uns 20 minutos pode ajudar a cortar os efeitos do energético, pois uma soneca rápida alivia a ansiedade e o nervosismo causados pelo excesso de cafeína.

Mas não durma mais do que isso, pois pode atrapalhar o seu sono à noite.

Faça meditação: a meditação é uma técnica que ajuda a acalmar a mente e controlar a respiração.

Ao meditar, você pode reduzir os batimentos cardíacos, a pressão arterial e os níveis de cortisol (o hormônio do estresse) no sangue.

A meditação também pode melhorar o seu humor e a sua autoestima.


Leite corta
 o efeito da cafeína na bebida?

Não há comprovação científica que o consumo do leite é capaz de corta ou diminuir o efeito da cafeína encontrada na bebida.

O que pode acontecer é que o leite dilui a concentração de cafeína, fazendo com que você ingira menos cafeína por volume.

Por exemplo, se você beber um copo de café puro, você vai ingerir mais cafeína do que se beber um copo de café com leite.

Mas isso não significa que o leite anule o efeito da cafeína presente no energético, café ou qualquer bebida.

O ideal é ter moderação com as bebidas ricas em estimulantes, pois o excesso pode causar efeitos colaterais como ansiedade, insônia, irritabilidade, tremores e palpitações.

Conclusão

Os energéticos podem ser úteis em algumas situações que exigem mais energia e concentração.

Mas é preciso ter cuidado com o consumo excessivo dessas bebidas, pois elas podem causar diversos efeitos colaterais indesejados.

Se você exagerou na dose de energético e quer cortar o seu efeito, siga as dicas que eu te dei neste post. E lembre-se: tudo com moderação!

Fontes:

  • https://rightasrain.uwmedicine.org
  • https://www.healthline.com/nutrition/energy-drink-addiction
  • https://www.cdc.gov/healthyschools/nutrition/energy.htm
  • https://www.medicalnewstoday.com/articles/298202
  • https://www.hsph.harvard.edu/nutritionsource/energy-drinks/