Será que café é remoso? | Descubra aqui!

Se existe uma bebida que divide opiniões é o café, com aroma inconfundível e sabor robusto, ele tem sido alvo de diversas crenças. Afinal, será que o café é remoso?

Na matéria de hoje, vamos saber se a reputação de vilã da bebida é ou não justificada cientificamente.

A seguir, acompanhe a leitura e saiba mais sobre essa bebida tão saborosa e popular. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O que é “Remoso”?

Antes de sabermos se café é ou não uma bebida inflamatória, vamos esclarecer o que significa o termo “remoso”.

Na cultura popular brasileira, o alimento remoso pode causar ou piorar processos inflamatórios, por isso, pessoas que possuem ferimentos no corpo evitam o consumo.

Em via de regra, a restrição ao alimento remoso é levada a sério por aqueles que recentemente fizeram tatuagem, cirurgia ou colocaram piercing, por exemplo.

No entanto, é essencial analisar tudo à luz da ciência para saber se o café está entre os itens inflamatórios.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Afinal, o café é remoso?

Alguns acreditam que o café é remoso, enquanto outros o veem como uma bebida saudável, mas o que a ciência tem a dizer sobre essa controvérsia.

No mundo das pesquisas científicas sobre o café, uma questão que frequentemente surge é se essa bebida tão amada está associada a processos inflamatórios no organismo.

Um estudo publicado no “Journal of Inflammation” investigou os efeitos do consumo de café nos marcadores inflamatórios do corpo.

Os pesquisadores analisaram a relação entre o consumo regular da bebida e a presença de citocinas pró-inflamatórias.

Surpreendentemente, os resultados indicaram uma possível associação inversa: indivíduos que consumiam café regularmente apresentavam níveis mais baixos de marcadores inflamatórios em comparação com os não consumidores.

Outra pesquisa, conduzida pela Harvard T.H. Chan School of Public Health”, explorou a relação entre o consumo do café e o risco de doenças inflamatórias crônicas, como artrite reumatoide e doença inflamatória intestinal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os resultados revelaram que a bebida possui propriedades anti-inflamatórias. Isso significa que ela poderia reduzir o risco de doenças, incrível, não é?

Portanto, é seguro dizer que o café não é remoso, mas sim uma bebida muito saudável e gostosa!

Antioxidantes no café e inflamação

Você sabia que o café é tipo um super-herói na nossa dieta? Ele é cheio de antioxidantes, que são tipo os protetores das nossas células.

Os componentes presentes no café, que possuem ação antioxidante, também foram estudados em relação à sua influência sobre a inflamação.

Segundo um estudo publicado no ‘European Journal of Nutrition’ os antioxidantes na bebida contém um papel anti-inflamatório no organismo.

Dessa maneira, o consumo ajuda a combater o estresse oxidativo e atenua a reação inflamatória no organismo.

Assim, eles combatem os radicais livres que podem causar problemas como o câncer. 

Então, é como se o café desse uma mãozinha na defesa do nosso corpo contra esses caras malvados. Legal, né?

Entre os antioxidantes mais encontrados no café, estão os ácidos clorogênicos. Por isso, tomar uma xícara por dia pode ser uma ótima maneira de cuidar da sua saúde e bem-estar.

Em vista disso, o consumo do café associado a uma dieta balanceada, mais exercícios físicos ajuda a trazer muitos benefícios à saúde.

Considerações e moderação

Mesmo que esses estudos tragam boas notícias sobre o café e sua relação com a inflamação, é preciso dar uma paradinha e encarar esses resultados com um olhar cuidadoso.

A Cautela é a palavra-chave quando o assunto é ciência e saúde.

Cada organismo é único, e a forma como o corpo reage ao café pode ser bem diferente de pessoa para pessoa.

Tem que levar em conta a quantidade da bebida, problemas de alergia e até gestação. Esses detalhes fazem toda a diferença nos efeitos que o café pode ter.

Conclusão: café é mesmo remoso?

Para fechar com chave de ouro, dá para concluir que os estudos científicos sobre o café e a inflamação apontam que essa bebida é tipo uma super-heroína anti-inflamatória.

É isso mesmo, a bebida pode ter propriedades que ajudam a combater a inflamação.

Então, se você gosta de um cafezinho e está meio apreensivo com essa história de efeitos inflamatórios, pode respirar aliviado.

A ciência está aí para mostrar que temos estudos apontando vários benefícios para quem aprecia essa delícia.

Por último, mas não menos importante, vale a pena seguir uma linha equilibrada e consultar seu nutricionista, pois ele pode dar uma orientação personalizada.

Fontes:

  • https://www.reuters.com/article/oesen-salud-cafe-idESKCN0PY24820150725/
  • https://www.healthline.com/nutrition/coffee-inflammation
  • https://www.hsph.harvard.edu/nutritionsource/food-features/coffee/
  • https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28967799/
  • https://www.eurekalert.org/news-releases/983371