Dieta hipolipídica: o que é e para que serve? | Veja!

Se sabe que o consumo excessivo de gordura saturada está associado a vários problemas de saúde.

A dieta hipolipídica tem o objetivo de reduzir a ingestão de ácidos graxos saturados e, assim, prevenir doenças do coração.

A seguir, saiba mais sobre o assunto e como seguir esse tipo de dieta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dieta hipolipídica: o que é e para que serve?

Em geral, a dieta é indicada para pessoas com colesterol alto ou já com doenças cardiovasculares existentes.

O plano alimentar é baseado na baixa ingestão de alimentos ricos em gorduras saturadas.

Inclusive, a dieta hipolipídica está associada à perda de peso, embora sejam escassos os estudos sobre o tema.

O que pode e não pode na dieta?

Agora vamos falar sobre os alimentos permitidos e aqueles que devem ficar bem longe da sua mesa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vale dizer, que você não precisa passar fome ou ficar sem comer coisas gostosas, pelo contrário!

A dieta hipolipídica consiste em consumir alimentos ricos em fibras, como frutas, verduras, legumes e grãos integrais.

Além disso, você pode consumir fontes de proteínas magras, como peixes e aves.

Por outro lado, é preciso evitar alimentos fritos, carnes processadas, manteiga, requeijão, margarina e queijos

Dicas para começar a dieta hipolipídica

Para dar o primeiro passo, é preciso trocar o leite integral pelo desnatado, substituir a carne vermelha ou embutidos por frango ou peixe.

Além disso, as preparações devem ser cozidas ou assadas, evitando por completo as frituras.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja abaixo uma tabela com algumas sugestões de vegetais para colocar na dieta;

Legume
Abóbora
Alcachofra
Aspargo
Batata
Berinjela
Brócolis
Cenoura
Cebola
Chuchu
Couve
Couve-Flor
Ervilha
Espinafre
Milho
Pimentão
Quiabo
Rabanete
Repolho
Tomate
Vagem

Já as frutas também são alimentos permitidos na dieta hipolipídica, pois são baixas em gordura saturada e ricas em nutrientes que fazem bem ao coração!

Confira algumas sugestões abaixo;

  1. Abacaxi
  2. Abacate
  3. Açaí
  4. Acerola
  5. Amora
  6. Banana
  7. Caju
  8. Cereja
  9. Coco
  10. Framboesa
  11. Goiaba
  12. Kiwi
  13. Laranja
  14. Limão
  15. Maçã
  16. Mamão
  17. Manga
  18. Maracujá
  19. Melancia
  20. Melão
  21. Morango
  22. Pera
  23. Pêssego
  24. Pitanga
  25. Uva

Cardápio de uma semana de dieta hipolipídica

DiaCafé da manhãLancheAlmoçoLancheJantar
Segunda-feiraAveia com frutas secas e nozesMaçãQuiabo com peito de frango cozido e arroz integral.Iogurte desnatadoPeixe grelhado com legumes assados e arroz com feijão.
Terça-feiraLeite desnatado com pão integral e ovo cozido AmêndoasSopa de legumes com frango desfiado.Banana amassada com canela.Macarrão com sardinha e brócolis.
Quarta-feiraPanqueca de ricota com melCastanhasSalada de atum com pão integral e suco de morango natural.Abacate com sal e limãoFilé de peixe com arroz integral e brócolis
Quinta-feiraSalmão cozido, espinafre e tomateMorangoArroz integral com strogonoff de frangoFrutas secasRisoto de frango com legumes.
Sexta-feiraPão integral com geleia e queijo brancoManga picada com banana.Arroz, feijão, couve e sardinha ao molho.Iogurte desnatadoAtum com batata e arroz integral.
SábadoTorta de aveia com frutasUvasFrango assado com arroz integral, feijão e saladaAmêndoasPeixe grelhado com legumes, arroz integral e lentilhas.
DomingoOvo mexido com pão integralperaSopa de legumes com peito de peru.AbacaxiFrango grelhado com arroz integral e brócolis

Este cardápio é apenas um exemplo de como a dieta pode ser variada e saborosa.

É importante lembrar que você pode trocar os alimentos de acordo com suas preferências pessoais.

Contudo, sempre seguindo as diretrizes da dieta. Evitando gorduras saturadas e optando por peixes, aves, frutas, verduras e grãos integrais.

Conclusão:

A dieta hipolipídica é uma opção para quem busca controlar os níveis de colesterol no sangue e prevenir doenças cardiovasculares.

Além disso, ela proporciona uma alimentação rica em nutrientes, devido a ingestão de frutas, legumes e verduras.

No entanto, mesmo depois de seguir a dieta, é preciso manter hábitos alimentares saudáveis para manter os níveis de colesterol controlados.

Antes de iniciar a dieta é recomendado falar com seu médico e nutricionista.

Fontes: