Grávida pode comer orégano? | Confira todos os cuidados!

O orégano é um tempero popular usado em diversas receitas culinárias. Mas a questão é se pode ou não ser consumido durante a gravidez.

Neste artigo, vamos explorar se as grávidas podem comer orégano sem colocar a saúde do bebê em risco.

A seguir, confira uma matéria completa sobre o assunto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Origens e propriedades do orégano.

O orégano é uma planta aromática rica em nutrientes e propriedades benéficas para a saúde.

Ele é conhecido por suas propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias. Além de ser uma ótima fonte de antioxidantes.

A erva também possui minerais como ferro, cálcio e magnésio. Além de vitamina C e óleos essenciais que lhe conferem seu aroma e sabor distintos.

O orégano é originário da região mediterrânea e tem sido usado há milhares de anos como um tempero e remédio natural.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na Grécia antiga, ele era considerado uma erva sagrada e era usado em cerimônias religiosas.

Além disso, o tempero era usado como um remédio para tratar várias doenças. Incluindo dor de cabeça, dor muscular e insônia.

Grávida pode comer orégano?

Enquanto a maioria dos temperos são considerados seguros durante a gravidez, o ideal é evitar ou limitar o consumo de orégano nessa fase.

Isso porque a alta ingestão durante a gravidez pode causar problemas, como contrações uterinas, que podem ser perigosas para o feto. (1)

O orégano contém óleos essenciais, incluindo carvacrol e timol, conhecidos por suas propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias.

Porém, esses compostos também podem ser nocivos durante a gravidez.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Alguns estudos sugerem que o consumo excessivo de óleos essenciais pode levar ao risco de aborto ou a problemas de saúde para o feto.

Além disso, algumas mulheres podem ter reações alérgicas ao tempero ou podem ser intolerantes a ele.

Por isso, é essencial ressaltar que cada gestante deve consultar seu médico antes de colocar o orégano à sua dieta para determinar a quantidade segura.

Tipos de orégano.

Existem vários tipos de orégano, cada um com seu próprio aroma e sabor único.

Alguns dos tipos mais comuns incluem o orégano grego, o mexicano e o italiano.

Cada tipo de orégano é usado em diferentes receitas culinárias e pode ser encontrado fresco ou seco.

Temperos seguros.

Aqui estão alguns dos temperos que podem ser consumidos com segurança durante a gravidez:

O manjericão é versátil e adiciona sabor a uma variedade de pratos, incluindo saladas, sopas e massas.

Além disso, ele é rico em antioxidantes e ajuda a manter a saúde do coração.

Já a salsinha é um outro tempero comum na culinária, incluindo a mexicana e brasileira.

Além de adicionar sabor aos pratos, ela é rica em antioxidantes que melhoraram o sistema imunológico.

Conclusão.

Em resumo, o consumo do orégano deve ser limitado ou evitado por mulheres grávidas.

No entanto, o ideal é sempre consultar um médico antes de colocar novas especiarias à sua dieta durante a gravidez.

Além disso, o ideal é evitar aqueles temperos prontos devido serem ricos em sódio e conservantes.

Lembre-se sempre de seguir as recomendações de seu médico para garantir a sua saúde e a de seu bebê.