Milho é Remoso? | Entenda mais sobre o alimento.

milho é remoso

Muita gente tem dúvida se o milho é remoso e pode prejudicar a cicatrização da pele.

Porém, a resposta é não, ele é um alimento bastante saudável que pode ajudar no processo de cicatrização.

O milho é fonte de nutrientes que fazem bem para a pele, como as vitaminas B1, B9, B6, B5, E, A e carotenoides como a zeaxantina e luteína.

Esses carotenoides possuem propriedades antioxidantes que também ajudam a reduzir a inflamação no corpo.

O milho ainda contém minerais como fósforo, cobre, magnésio e potássio os quais participam de várias funções no organismo.

Entre grãos e cereais, ele é um dos mais ricos em antioxidantes, sobretudo carotenóides saudáveis ​​para os olhos.

Porém, quando o milho é preparado com muita manteiga ou óleo, fica menos saudável que a versão natural.

Por isso, o ideal é sempre prepará-lo cozido ou assado e sem adicionar muita gordura.

Já os alimentos industrializados à base de milho, como doces ou salgadinhos de pacote devem ser evitados.

O mesmo serve para os fast-foods, embutidos e enlatados, todos ricos em gorduras, sódio e conservantes.

Em conclusão, a história que o milho é remoso não condiz com seus incríveis benefícios para nossa saúde.

Ele é nutritivo e cabe numa dieta saudável mesmo depois uma tatuagem ou cirurgia.

Quando o milho provoca alergia?

A alergia ao milho não ocorre em todas as pessoas, mas sim naquelas que são sensíveis a este alimento.

A alergia alimentar acontece logo após a ingestão do alimento sendo preciso buscar imediatamente ajuda médica.

Os sinais mais comuns da condição são os seguintes;

  • Coceira
  • Falta de ar
  • Náuseas 
  • Caroços vermelhos na pele
  • Tontura
  • Dor abdominal
  • E inchaço sob a pele

Segundo a ASBAI, Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, a maior incidência de reações alérgicas por alimentos ocorre em crianças.

Sendo mais prevalente naquelas com menos de 3 anos de idade, acometendo cerca de 6% a 8% nessa faixa etária.

A associação destaca que a ocorrência em adultos é bem menor, atingindo entre 2% a 3% da população.

A predisposição genética está entre as principais causas, cerca de 50% a 70% dos alérgicos possuem algum familiar com a mesma condição.

Contudo, somente um médico especializado pode determinar qual o tipo e o nível da alergia por meio de testes específicos.

O milho contém glúten?

O milho in natura não contém glúten e pode estar na dieta de pessoas com doença celíaca. Outra condição que gera uma reação exagerada do sistema imunológico.

A doença celíaca está associada a uma reação imunológica à ingestão de glúten, uma proteína encontrada no trigo, na cevada e no centeio.

Conheça os benefícios do milho

O milho verde é fonte de vitamina C a qual possui ação antioxidante e anti-inflamatória, atuando ainda na produção de colágeno.

Além disso, o alimento é fonte de minerais essenciais no processo cicatricial, como por exemplo;

  • Ferro
  • Magnésio
  • Fósforo
  • Selênio
  • Cobre
  • Zinco
  • Potássio

O milho é fonte de glicina e prolina, aminoácidos que atuam na produção de colágeno favorecendo a cicatrização da pele.

Além disso, possui gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas as quais são saudáveis ​​para o coração.

Dieta e inflamação.

Os alimentos ultraprocessados possuem ação inflamatória devido serem ricos em gorduras, sal, açúcar e conservantes.

No entanto, as frutas, verduras e legumes possuem propriedades com ação antioxidante e anti-inflamatórias.

Portanto, colocar alimentos naturais no cardápio ajuda a controlar a inflamação no corpo.

Todavia, antes de tirar ou inserir qualquer item na sua dieta é indicado primeiro consultar o seu médico e nutricionista.


Revisão Marianne Rocha Nutricionista

Mestra em Ciências – FSP/USP Pós-graduanda em Nutrição Esportiva – CEFIT

Artigos Relacionados