Pode comer ovo com diarreia? | Especialista explica.

Durante a diarreia, alguns alimentos devem ser priorizados e outros precisam ser evitados.

Claro que isso gera muitas dúvidas, por exemplo, será que pode ou não comer ovo com diarreia?

A seguir, ouvimos a opinião do especialista sobre o assunto. Por isso, confira nossa matéria a seguir!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Entendendo a diarreia.

A condição é definida pelo aumento na frequência de evacuações, incluindo fezes moles e aquosas. 

A diarreia pode ocorrer por várias causas. Mas em geral, é devido a uma infecção por bactérias, vírus ou parasitas. 

Isso ocorre em maior parte devido a ingestão de água ou alimento contaminado por esses microrganismos.

Porém, doenças intestinais, medicamentos, intolerância ou alergia também podem causar a condição.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A diarreia pode gerar vários sintomas, dentre os quais estão;

  • Vômito.
  • Febre.
  • Arrepios.
  • Fezes líquidas.
  • Dor abdominal
  • Cólicas.  
  • Fezes com sangue.

O tratamento depende da causa e somente o médico pode orientar o paciente sobre os medicamentos, terapias e dieta adequada.

Afinal, pode comer ovo com diarreia?

Segundo a Dra. Ana Díaz Restrepo, não há contraindicação para a ingestão do ovo durante a diarreia.

A não ser quando a diarreia ocorre por alergia ou intolerância ao alimento, onde o consumo deve ser suspenso.

Porém, a médica explica que o ideal é preparar o ovo com pouca gordura para não agravar a condição.

Por isso, o melhor é evitar receitas como omelete ou ovo frito por serem muito gordurosos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O mesmo serve para os lácteos e leguminosas que podem causar gases intestinais e desconforto.

Além disso, durante a diarreia é preciso beber muita água para evitar a desidratação, diz a Dra. Ana.

Contudo, se notar uma piora na diarreia, o ideal é evitar o ovo até os sintomas cessarem.

Quando o ovo pode causar diarreia?

O ovo pode causar diarreia quando contaminado com bactérias. Por isso, o ideal é não ingerir ele mal passado.

Além de bem cozido, deve ser mantido na geladeira e manuseado e preparado com muita higiene.

Inclusive, jamais ingira o ovo estragado, pois pode causar intoxicação alimentar grave.

Se após quebrá-lo, perceber um cheiro forte, deve descartá-lo em seguida.

A Intolerância ao ovo.

A intolerância ao ovo gera sintomas como cólica, diarreia ou inchaço abdominal, podendo ser uma condição crônica.

Em geral, isso ocorre quando o corpo é incapaz de digerir certos componentes do alimento.

Nesse caso, o ideal é consumir ovos apenas em pequenas porções. Isso devido à dificuldade do corpo em digeri-lo.

O diagnóstico da intolerância é feito por meio de testes que consistem na retirada do alimento visando cessar os sintomas.

Sobre a alergia.

A alergia ao ovo é outra condição que gera sintomas como diarreia, coceira, inchaço e dor abdominal.

Diferente da intolerância, ela é uma reação exagerada do sistema imune a algum componente no ovo.

A condição é mais comum em crianças e pode ser identificada ainda cedo. Para isso, é feito exames como IgE específica ou teste cutâneo.

Contudo, ainda não há cura para alergia e a única forma de evitar os sintomas é não ingerir o alimento.

Considerações.

Como vimos, há vários fatores que devem ser analisados sobre a ingestão de ovos durante a diarreia.

Diante disso, é essencial buscar ajuda médica para obter o diagnóstico e o tratamento adequado.

O profissional participa na formulação da dieta, visando a individualidade bioquímica do paciente.

A seguir, leia outros artigos em nosso site!


Fontes:

  • Dra. Ana Díaz Restrepo.
  • https://1doc3.com/
  • https://www.health.harvard.edu/diseases-and-conditions/is-something-in-your-diet-causing-diarrhea
  • https://www.medicalnewstoday.com/articles/egg-intolerance
  • https://www.fcm.unicamp.br/adolescentes/aprenda/alergia-ao-ovo